A Fascinação do Kombuchá

© Günther W. Frank
Traduzido por Milton Kuhn - Blumenau - SC, Brasil •  E-mail miltonkuhn@brturbo.com

Este é um artigo publicado na revista americana "The American raum & zeit" (Mount Vernon/USA) Volume 2, Número 5, 1991, paginas 51-56.

Kombucha glassNos dias de hoje experimentamos o retorno a medidas de tratamento que são próximas da natureza; também remédios e alimentos de origem natural - longe de produtos industriais empacotados. Esta pode ser uma das razões do grande atrativo e fascínio da saudável bebida chamada Kombuchá. Colônias de fermentos e bactérias estiveram sendo usadas por povos, e aplicadas em seu bem-estar, desde tempos antigos em todo o mundo para a criação de bebidas e alimentos fermentados promotores da saúde.

Também lemos na Bíblia (Rute 2:14) que o proprietário de terras Booz convidou a Moabita Rute, que mais tarde se tornou sua esposa, durante sua coleta de grãos: "Vem cá e come um pouco de pão e mergulha teu bocado na bebida de vinagre! E ela se sentou ao lado dos ceifadores; e êle lhe alcançou cereal torrado e ela comeu e se saciou e ainda sobrou." Este relato bíblico de cerca do ano 1000 A.C. não somente nos dá uma indicação de seus hábitos nutricionais exemplares, apesar de serem modestos de acordo com nossa perspectiva, também vemos que, mesmo naquele tempo, as pessoas preparavam, com microorganismos, bebidas com ácido láctico e como elas serviam às pessoas como energia e refresco durante os árduos trabalhos da colheita.

Kombucha bottleUm antigo parente destas simbioses aparentadas de bactérias e fermentos é o fungo do chá chamado Kombuchá.. Êle é originário do Leste asiático e veio à Alemanha através da Rússia, por volta da virada do século. Êste antigo remédio caseiro é cada vez mais usado também em outros países contra todos os possíveis males. O cogumelo consiste de uma membrana de teia de cogumelo gelatinosa e resistente na forma de um disco chato. Êle vive numa solução nutriente de chá e açúcar, na qual constantemente se multiplica através de germinação. O disco de fungo de início se expande por toda a superfície do chá e então se torna espesso. Quando se trata o cogumelo corretamente, êle se desenvolve, germina, e vai acompanhar seu dono por toda vida.

Durante os processos de fermentação e oxidação, o cogumelo efetua diversas reações complicadas no sedimento do chá, seja consecutivamente, seja concomitantemente (estes são processos de assimilação e desassimilação). O cogumelo do chá se alimenta do açúcar e, em troca, produz outras substâncias valiosas que se transformam na bebida: ácido glucurônico, ácido láctico, vitaminas, aminoácidos, substâncias antibióticas e outros produtos. O cogumelo do chá é, por isto, uma real e minúscula fábrica bioquímica.

Kombuchá - Remédio para Tudo?

Há um enorme tesouro de experiência em relação ao cogumelo do Kombuchá. Além de seu uso como bebida refrescante, pode-se ler em quase todos os relatos seu uso também como remédio. Nos relatos dos tempos mais antigos aos modernos, um grande número de doenças são citadas, para as quais o chá de Kombuchá é usado e aprovado. O elenco alcança desde a indisposição mais inofensiva até as doenças mais sérias.


A revista semanal alemã FOCUS publicou um artigo sobre Kombuchá e Günther W. Frank. (FOCUS No. 34, 21 de Agosto de 1995, página 128). As fotos a seguir são deste artigo. O título diz que estas pessoas são fãs do Kombuchá. Famous Kombucha Fans - from the German magazine FOCUS


Numerosos médicos e cientistas se ocuparam com os efeitos da bebida do Kombuchá como remédio caseiro. Muitos trabalhos científicos, concernentes ao Kombuchá, estão disponíveis. Êles falam de sua eficácia terapêutica baseada no ácido glucônico, ácido glucurônico, ácido láctico, ácido acético, assim como a vitamina C e o complexo B. Como foi provado, especialmente por pesquisadores russos, muitos de seus componentes possuem características antibióticas e de desintoxificação, e elas desempenham um papel decisivo nos processos bioquímicos do corpo.

Em contraste com muitos fármacos com efeitos colateriais desagradáveis, as substâncias ativas do Kombuchá se destinam a todo o sistema corporal; através de suas amistosas propriedades metabólicas, elas podem restabelecer uma condição normal nas membranas celulares sem efeitos colaterais e deste modo promover o bem estar da gente. Vamos usar estes poderes naturais para manter nossa vitalidade, atividade, assim como nossas capacidades mentais e físicas!

Uma Vasta Literatura Mundial

Bacinskaja (1914) notou que a bebida é eficaz para a atividade estomacal e intestinal. A autora recomendava que se tomasse um pequeno copo antes de cada refeição e que se aumentasse as quantidades gradualmente.

O Professor S. Bazarewski apresentou um relatório na "Correspondência para a Associação de Pesquisadores da Natureza em Riga, 1915, que entre a população Lituana das Províncias Russas do Báltico de Livland e Kurland, êles possuíam um remédio popular de nome "Brinum-Ssene". Que traduzido literalmente significa "Cogumelo milagroso". A populção Lituana atribuía a este cogumelo "um milagroso poder de cura para muitas doenças", de acordo com Bazarewski. Algumas pessoas inquiridas por Bazarewski insistiam que êle ajuda nas dores de cabeça, mas outros lhe asseguravam que "este cogumelo é útil para todas as doenças".

Bom para Constipação

Prof. B. Lindner(1917-1918) relatou que o remédio é principalmente usado como regulador das atividades intestinais. Também hemorróidas eram curadas.

O Conselheiro Privado Prof. Dr. Rudolf Kobert (1917-18) lembra que um "remédio infalível contra artrite reumática" era feito com este cogumelo.

Também o Prof. Dr. Wilhelm Henneberg (1926) relata que uma bebida feita com o cogumelo do chá era preparado, chamado "Teakwass" na Rússia, sendo usado em todas aquelas áreas como um "remédio contra todos os tipos de doenças, especialmente contra constipação."

De acordo com o Dr. Madaus em "As Artes Biológicas de Cura" (1927), o cogumelo, e seus produtos metabólicos, tem excelente influência na regenereção das paredes celulares e é, por isto, um excelente remédio para a aterosclorose.

Melhoria da Condição Geral

H. Waldeck (1927) fala de um químico que êle encontrou na Rússia e Polônia durante a primeira guerra mundial em 1915, com o qual estava alojado, e que preparou para êle uma "Bebida Milagrosa" contra sua severa constipação. O químico confiou a Waldeck que êle sempre guardasse este "Secreto Remédio caseiro Russo" à mão, por ser "dito que êle é bom para todos os tipos de doença" e "por causa de seu ácido formado naturalmente, êle combate com sucesso problemas de idade, contribuindo assim para o prolongamento da vida."

O Prof. Br. Lakowitz (1928) confirma a declaração de Waldeck de que distúrbios digestivos são rapidamente removidos pelo chá do cogumelo. Fortes dores de cabeça e distúrbios nervosos também são removidos. Lakowitz chega à conclusão: "Uma ampla disseminação do chá de cogumelo para a produção de tais Tee-Kwasses, como um remédio contra distúrbios digestivos, é desejável para todos tipos de pessoas."

No "White Flag" (1928) é relatado: "O sabor refrescante desta bebida de chá é geralmente confortador e seu efeito é ... muito bom. O sabor do chá fermentado é muito agradável, lembrando vinho leve e borbulhante. O efeito do chá geralmente aparece muito rapidamente. Principalmente êle efetua a limpeza e desintoxificação do sangue e se diz que ... realiza um serviço excelente para manchas da pele facial. Além disto, de acordo com as ordens e avaliações do médico, é muito eficaz para dores de cabeça constantes, dores nos membros, gota, reumatismo, e outros problemas da idade. O efeito geral do chá de cogumelo já se mostra em poucas semanas através de uma condição geral melhorada e na capacidade de desempenho aumentada, que pode estar conecatada com o alto efeito vitamínico e hormonal do cogumelo, que também são enfatizados por médicos".

Além disto, o cogumelo estimula o metabolismo ... excelentemente e, deste modo, ajuda na limpeza do corpo, i.e. a eliminação de todos os tipos de toxinas.

Efeito Favorável na Aterosclerose

O Dr. Maxim Bing (1928) recomenda o cogumelo de Kombuchá como um remédio "muito efetivo para a aterosclerose, gota e deficiência intestinal." "Um efeito favorável no sentido da diminuição da pressão sanguínea, cessação da ansiedade, irritabilidade e dores em geral, dores de cabeça, tontura, etc. na aterosclerose" ocorre pelo uso de culturas boas e novas. "Preguiça intestinal e seus efeitos acompanhantes também podem ser rapidamente removidos. Dá resultados especialmente favoráveis na calcificação dos rins e dos vasos capilares do cérebro."

O Dr. Siegwart Hermann (1929) descreve experimentos com gatos que haviam sido envenenados com Vigantol. Êle notou uma influência positiva em seu nível de colesterol quando os animais recebiam extrato de Kombuchá. Isto é interessante porque nos casos de aterosclerose humana também há um nível elevado de colesterol. O resumo de Hermann baseado nestes experimentos é: "As observações de médicos junto a leitos de doentes, assim como os experimentos com animais, motraram que os efeitos apontados pela sabedoria popular têm sido observados em geral."

O Ácido Glucurônico

Na minha opinião, existem fatores responsáveis pelos bons efeitos do cogumelo para a gota, reumatismo, artrite, etc. explicáveis pelas toxinas acumuladas tornadas hidrossolúveis e tornadas manejáveis pelos rins através de sua conjugação com o ácido glucurônico que existe na bebida, sendo assim eliminadas através da urina. Esta conjugação é uma forma de biotransformação; através dela, tanto as substâncias endógenas quanto as exógenas se unem com o ácido glucurônico obtendo glucuronóides, também chamados "ácido glucurônico emparelhado".

Em 1961, o Dr. méd. Valentin Köhler estimulou uma discussão sobre o uso terapêutico do ácido glucurônico através de seu artigo entitulado, "O Ácido Glucurônico Dá Coragem a Pacientes de Câncer" no periódico "Medical Practice". O ácido glucurônico é um dos produtos que são produzidos durante o processo de fermentação no chá de Kombuchá. O Dr. Köhler relatou naquele tempo acerca de resultados encorajadores no tratamento de pacientes de câncer com ácido glucurônico. O efeito extremamente longo do ácido glucurônico é capaz de produzir um incremento nas autodefesas do corpo e, possivelmente, na produção de Interferon.

A função de desintoxificação do ácido glucurônico vai de mãos dadas com uma melhora na condição geral e no metabolismo oxidativo.

O Dr. Köhler também notou surpreendentes sucessos no tratamento de árvores doentes. Várias instituições estavam realizando testes científicos para resolver o problema de árvores que morriam. Combinando substâncias nutritivas, elementos traço e íons de metais pesados, um processo de construção foi ativado ou acelerado. A capacidade de o ácido glucurônico entrar em combinação tanto com substâncias tóxicas exógenas quanto endógenas, efetiva a proteção à célula da planta. Mais de 200 substâncias podem ser tornadas inofensivas desta forma, inclusive aquelas contidas na chuva ácida e chuva radiativa, assim como dióxido de enxofre, nitritos, ozônio. De acordo com a pesquisa do Dr. Köhler a atividade protetora relacionada com o ácido glucurônico também preserva a genética da planta de perturbações de crescimento ou promove sua restauração no curso de seu crescimento. As perspectivas oriundas das observações do Dr. Köhler podem ser transferidas a todas as céculas humanas. Quando os processos de crescimento e decomposição no metabolismo humano forem mantidos num nível ótimo através da administração de pequenas doses de ácido glucurônio, como contido na bebida do Kombuchá, isto apresenta uma combinação de dados científicos e um produto da natureza que é atualmente ainda preferido pelos leigos. Aqui está uma possível ajuda para uma humanidade que é cada vez mais ameaçada através de substâncias tóxicas presentes no meio ambiente. Através do ácido glucurônico os "produtos causadores de distúrbios no corpo humano são desintegrados em produtos finais, eliminados e, deste modo, tornados inofensivos. Esta função de desintoxificação do ácido glucurônico beneficia uma variedade de funções celulares.

Isto resulta em capacidade endogênica aumentada em relação aos "stresses" tóxicos e ambientais que nos assediam de muitos lados, assim como um reavivamente de células danificadas, e uma restauração e incremento de nosso bem-estar. Quando muitas pessoas dizem que elas usam o Kombuchá não necessariamente para curar uma doença particular, mas elas o bebem para suportar seu bem-estar, temos nisto um ponto de contato em que a visão científica e a sabedoria popular podem andar de mãos dadas.

A Normalização de Funções Intestinais

O Dr. L. Mollenda (1928) relata que a bebida do Kombuchá é especialmente eficaz para distúrbios dos órgãos digestivos, por praticamente normalizar suas funções. Além disto, a bebida se provou tão eficaz para a gota, reumatismo e diversos estágios da aterosclerose. Com relação a outras áreas de aplicação êle escreve: "No caso de angina, especialmente quando há recobrimento das amígdalas a bebida não deveria ser usada apenas para gargarejos mas para beber, e isto para destruição de bactérias que alcançam o estômago através da comida e da bebida. Este gargarejar na angina traz recuperação rápida, e nas dores da gota e aterosclerosse, surpreendentes sucesso são alcançados mesmo em casos sérios. ... Mesmo a bebida sendo ácida, ela não causa condição ácida no estômago; ela facilita e notoriamente promove a digestão mesmo de alimentos de difícil digestão. Sucessos igualmente favoráveis após tomar Kombuchá também foram alcançados para eczema gotoso e para pedras nos rins, urina, e vesícula."

O Dr. E. Arauner (1929) relata a respeito de diversas avaliações e relatórios médicos e chega à seguinte conclusão: "Em resumo, pode-se dizer que o cogumelo do Kombuchá ou seu extrato, provou-se excelentemente profilático contra a diabetes, mas especialmente contra problemas de idade, tais como aterosclerose, pressão alta com suas consequências tais como tonturas, gota, hemorróidas, o mínimo que se pode dizer é que é um excelente laxante." O Dr. Arauner relata que em seu país natal o cogumelo do chá esteve em uso por séculos pelos asiáticos por causa de seus surpreendentes sucessos de cura, sendo extremamente eficiente para cansaço, fadiga, nervosismo, problemas relacionados com a idade, aterosclerose, preguiça intestinal, gota, reumatismo, hemorróidas e diabete.

Arauner acrescenta que, não somente professores, médicos e biólogos confirmaram os surpreendentes sucessos de cura mas também aqueles que beberam o chá do cogumelo relatam sobre "efeitos inteiramente excelentes sobre as funções corporais em geral".

Recomendável para "Stress" Mental

Hans Irion, que foi o Diretor da Academia, reconhecida pelo Estado, para Químicos em Braunschweig diz em seu "Curso para Escolas de Especialidade Farmacêutica" (1944, Vol. 2, pg. 405): "Pela ingestão da bebida descrita como Teakwass, ocorre um notório revigoramente do sistema glandular do corpo e uma promoção dos metabolismos. Teakwass é recomendado como um excelente profilático para gota , reumatismo, furunculose, aterosclerose, pressão alta, nervosismo, preguiça intestinal e problemas de idade. Também é altamente recomendado para atletas e aqueles que realizam trabalho mental extenuante. Pela promoção do metabolismo, depósitos indevidos de gordura são evitados ou removidos. Com a bebida, também alcançam o corpo microorganismos que transformam depósitos prejudiciais, tais como ácido úrico, colesterol, etc em formas facilmente solúveis, removendo-as deste modo. Bactérias intestinais desagradáveis são suprimidas."

"Desintoxicante em Todos os Sentidos...."

A primeira descrição tendo o cogumelo do chá como tema, em forma de livro, apareceu em 1954. Este livreto de 54 páginas está escrito na língua Russa e leva o título "O Cogumelo do Chá e suas Propriedades Terapêuticas". O autor, G.F.Barbancik refere, em sua introdução, a primeira aplicação da decocção do chá de cogumelo (em 1949) como um remédio de cura na clínica terapêutica do Omsker Hospital para trabalhadores da água. Êle relata a terapia bem sucedida de amigdalite, diversas doenças internas, especialmente as de natureza inflamatória, catarro estomacal devido à produção deficiente de ácido, inflamações intestinais, disenteria, aterosclerose, pressão sanguínea, esclerose, etc.

O médico Dr. Rudolf Sklenar de Lich, Oberhessen, relatou em 1964 no periódico "Ciência da Cura Experimental" a respeito dos sucessos de seu método de diagnóstico e terapia : "Um notável remédio natural é a bebida do cogumelo chamada Kombuchá", "que atua desintoxicando em todos os sentidos e que dissolve microorganismos assim como o colesterol." O Dr. Sklenar havia desenvolvido uma terapia biológica do câncer na qual o Kombuchá e outros remédios biológicos assim como Colli-preparações, tinham um lugar importante na sanitização da flora intestinal.

Numa pequena publicação de 8 páginas, entitulada "Diagnóstico do Câncer Baseado no Sangue e Tratamento do Câncer, Condições Pré-cancerosas, e outras Doenças Metabólicas com Kombuchá e Coli-preparações", O Dr. Sklenar relata que vitaminas, ácidos lácticos e ácido glucurônico são eficazes. "Eles destroem microorganismos prejudiciais (vírus, bactérias, fungos) e dissolvem detritos e depósitos tóxicos (ácido úrico, colesterol, etc.) ". Kombuchá efetua "uma impressionante desintoxificação do organismo". Ao desfrutar desta bebida há, adicionalmente, um "notável revigoramento do inteiro sistema glandular e melhoramento do metabolismo."

O Dr. Sklenar relata que êle pôde tratar com sucesso com o chá do cogumelo: gota, reumatismo, aterosclerose, artrite, bactérias intestinais nocivas, constipação, impotência, drenagem não específica, obesidade, furunculose, cálculos renais, colesterol, câncer especialmente em seus estágios iniciais, etc.

Exterminador do Câncer?

A Dra. Veronika Carstens (1987), esposa do ex-Presidente da Alemanha, recomenda Kombuchá numa série entitulada, "Ajuda da Natureza - Meus Remédios Contra o Câncer", com as palavras: "Kombuchá desintoxica o organismo e melhora o metabolismo; isto aumenta a capacidade de defesa."

O especialista de Curas Naturais A.J.Lodewijkx (Homepage: http://www.ngab.nl/) de Ermelo, Holanda, escreve a respeito do Kombuchá em seu muito recomendável livro "Vida Sem Câncer" (que pode ser obtido nas línguas Holandesa e Alemã): "O cogumelo do Kombuchá possui fortes propriedades antissépticas. O chá purifica o sistema glandular e promove a eliminação, o ácido úrico é neutralizado e eliminado através do chá de Kombuchá. Por isto este chá é um excelente remédio contra a gota, reumatismo, artrite, cálculos renais, bactérias intestinais nocivas, mas especialmente câncer em seus estágios iniciais porque o cogumelo do Kombuchá exerce uma poderosa influência sobre os endobiontes causadores da doença. Como vimos, são estes endobiontes que eliminam os corpúsculos vermelhos quando o pH se modifica desfavoravelmente. Em todas as doenças metabólicas e câncer, é uma bebida especial para desintoxificação do corpo. Kombuchá remove os resíduos metabólicos e com isto normaliza o pH do sangue."

Gottfried Mueller, fundador das mundialmente conhecidas "Salem Children's and Youth Villages" aprecia o cogumelo do chá Kombuchá deste modo: "Um presente do céu, especialmente em emergências de saúde" (em "Salem-Help" 15, N. 3, Agosto de 1987, página 2).

Julgando por Si Mesmo

Tanto nos relatos literários como em muitas experiências pessoais relatadas durante minha focalização do Kombuchá, o grande elenco de queixas aliviadas por êle é notável. Isto é explicável na base de que Kombuchá não mira algum órgão específico do corpo, mas, ao contrário, influencia o organismo inteiro de forma positiva efetivando uma estabilização da situação metabólica através de seu efeito desintoxificador do ácido glucurônico. Isto conduz, em muitas pessoas, a uma elevada capcidade endogênica de defesa contra aquelas influências tóxicas e "stresses" ambientais que nos inundam de muitos lados, resultando no revigoramento de um metabolismo celular danificado e a restauração e manutenção do bem-estar.

Algumas das propriedades promotoras da saúde atribuídas ao chá de Kombuchá requerem ulterior pesquisa. No entanto, outros mecanismos ativos são inteiramente provados tanto por testes científicos assim como experimentalmente, tais como: regulação da flora intestinal, revigoramento celular, desintoxificação e eliminação de detritos, harmonização metabólica, efeito antibiótico e facilitação do equilíbrio do pH.

Faça-o Você Mesmo! Sem Problema, se Souber Como!

A bebida do Kombuchá pode ser feita em casa por alguns reais. O cogumelo cresce constantemente, por isto, pode-se começar com uma peça de membrana de chá de cogumelo e produzir uma bebida promotara de saúde. A preparação não é problema se a gente souber como. Desde tempos remotos, prepara-se a bebida do Kombuchá em casa, passa-se o cogumelo do chá de família a família como sinal de amizade e mútua ajuda. O cogumelo do chá possui uma alta vitalidade e uma grande capacidade de regeneração. Se êle não possuisse esta alta energia biológica, êle não teria sobrevivido o longo período de tempo desde sua relatada descoberta no Império Chinês, há mais de 2000 anos, até agora.

Nos dias atuais existem alertas ocasionais - geralmente provindo da ignorância ou de interesses econômicos - para não fazer a bebida do Kombuchá por si mesmo. Tais alertas são justificáveis na medida em que o conhecimento do método preciso, com o qual e porque, etc. muitas vezes foi perdido e as pessoas experimentavam erradamente em vez de lidar com receitas provadas.

No entanto, quando a gente trabalha limpo e procede por orientações provadas, então não há hesitação em fazer a bebida do Kombuchá, como em muitas gerações passadas. Quem quer que tenha o necessário conhecimento pode lidar com sucesso com o cogumelo do chá - exatamente como se lida com outros alimentos em sua própria casa. Quando se procede por instruções provadas, pode-se produzir uma bebida de Kombuchá impecável, saborosa, íntegra e eficaz. O cogumelo vai aumentar e acompanhar seu dono pela vida e servi-lo(a) bem.

O Cogumelo Kombuchá Protege-se a Si Mesmo

Quem quer que trate sua cultura de cogumelo de acordo com regras provadas, com pensamento e cuidado, não necessita esperar contrariedades. Nos relatos russos é até mencionado de que não são necessárias medidas especiais de precaução porque o cogumelo se protege contra impurezas. Êle possui uma quantidade de características protetoras: os ácidos orgânicos, o baixo conteúdo alcoólico, ácido carbônico, os produtos antibióticos, todos estes em conjunto bloqueiam o desenvolvimento de todos os microorganismos estranhos não pertencentes ao organismo do cogumelo do chá.

O pesquisador russo I.N. Konovalow menciona em seu relatório de 1959, que o crescimento intenso dos fermentos e bactérias do cogumelo do chá suprime o alastramento de outras variedades de fermentos e bactérias. Também o professor russo G.F.Barbancik (1958) relata em seu livro sobre o cogumelo do chá, baseado em testes de laboratório, que mostraram que as bactérias do cogumelo do chá expulsam energeticamente (antagonismo) todos os outros micróbios.

Em contraste com outros relatórios este cogumelo é fácil de multiplicar e dividir. Porque êle cresce alegremente e é partido com facilidade, todos os amigos e conhecidos logo poderão se beneficiar. É um bom costume passar para frente o cogumelo do Kombuchá a outras pessoas como sinal de amizade e ajuda mútua.

Quer saber como fazer seu próprio chá de Kombuchá? Clique aqui

Dúvidas sobre o Kombuchá? Cadastre-se na nossa lista de discussao mandando uma mensagem em branco para: grupokombucha-subscribe@yahoogrupos.com.br


Acerca do Autor
O autor deste artigo é:
Günther W. Frank, Genossensch.-Str. 10, 75217 Birkenfeld/Alemanha
Fax (+49) 32121015123 e-mail mailto:frank@kombu.de

Gunther's Kombucha book Günther é o autor do livro
Kombuchá - Bebida Saudável
e Remédio Natural do Extremo Oriente

ISBN 3-85068-337-0
Publicado por W. Ennsthaler, A-4402 Steyr, 1995
e-mail: buero@ennsthaler.at
Página da Web: http://www.ennsthaler.at/

O livro do Günther entra em considerável detalhe e inclui muitas referências. É um excelente livro que é o resultado de muitos anos de estudo do Kombuchá. Eu penso que este livro é fonte original de muitas das informações correntes sobre Kombuchá.
Veja o índice do livro
e também onde comprar o livro.


O Jornal do Kombuchá está em 27 línguas :
Escolha sua língua - Choose your language
- Wählen Sie Ihre Sprache - Choisissez votre langue:
[Englês]    [Alemão]    [Francês]   [Espanhol]    [Italiano]   [Holandês]    [Norueguês]   [Dinamarquês]   [Sueco]    [Português]   [Slovaco]    [Tcheco]    [Esloveno]    [Hebraico]    [Iraniano]   [Esperanto]   [Croata]   [Finlandês]    [Romeno]   [Húngaro]   [Grego]   [Indonésio]   [Búlgaro]   [Ucraniano]   [Coreano]   [Polonês]   [Russo]


Gunther Günther W. Frank
Genossensch.-Str. 10
75217 Birkenfeld im Schwarzwald
Alemanha


© Copyright Günther W. Frank 1996. É dada permissão para copiar este documento livremente em forma eletrônica, ou em forma impressa se a publicação for distribuída gratuitamente, contanto que seja copiado integralmente sem modificação e créditos apropriados forem incluídos. Na WWW, no entanto, você deve apontar para cá em vez de copiá-lo. Qualquer outro uso requer permissão explícita pelo autor.


       Retorne à página principal em Português 


       Return to multilingual Mainpage


Günther W. Frank - frank@kombu.de
URL desta página: http://www.kombu.de/fasz-por.htm (The Kombucha Journal)

• Impressum •